Médicos “vaporizam” virtudes das saunas

Fabricantes propagandeiam curas para vários males, mas especialistas dizem que equipamento apenas relaxa

Nathalia Barboza

O que você diria de um tratamento eficiente contra flacidez e celulite, que prevenisse doenças respiratórias, eliminasse as toxinas do corpo e, além de tudo isso, ainda retardasse a calvície? Seria fantástico se não fosse meramente uma estratégia mercadológica.

Tudo isso é o que apregoa em material publicitário a maioria das empresas que vendem saunas residenciais e comerciais. De todas as promessas, só a função antiestresse é verdadeira, segundo médicos consultados pela Folha.

“O uso de sauna é um hábito prazeroso e relaxante. Durante a sessão, há intensa sudorese provocada pelo aumento da pressão arterial e vasodilatação. Mas colocá-la como instrumento terapêutico é propaganda enganosa”, diz a dermatologista Denise Steiner, consultora da sua área em rádios paulistanas (Alfa e Cultura FM).

Pneumologista do Hospital Israelita Albert Einstein, Arthur Rothman, 50, concorda. “Não há evidências médicas de tudo o que é prometido pelas empresas. Existe apenas um bem-estar que, por sinal, é semelhante ao provocado pelo vapor do chuveiro.”

Para a dermatologista Ediléia Bagatin, 46, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), também não está provado que o uso da sauna ajuda na eliminação de toxinas. “É uma panacéia. Pelo suor, perdem-se, sim, água, sódio e potássio. As toxinas vão embora pelos aparelhos digestivo e renal.”

Quilos a mais
Os dermatologistas alertam para a confusão conceitual entre poros e vasos. Bagatin explica que os poros não se dilatam com o calor, mas sim os vasos, estimulados pelas glândulas de suor. “Os poros têm a ver apenas com a gordura, que não é dissolvida na sauna.”

Ou seja, sauna não livra ninguém de celulite e de uns quilos a mais. Segundo Fadlo Fraige Filho, chefe da equipe do serviço de endocrinologia do hospital Beneficência Portuguesa (SP), “é o mesmo erro que tentar combater esses problemas com diuréticos”.

A sauna é problema para quem tem micose. O calor, diz Bagatin, também não é bom para quem sofre de inflamações.

Já os hipertensos e os cardíacos sofrem com a vasodilatação intensa e podem até desmaiar. Por isso é bom o tempo de exposição ao calor não ultrapassar o limite individual do que for confortável.

O maior risco da sauna é a desidratação da pele, sobretudo no inverno, para Ediléia Bagatin. A recomendação é ingerir água e usar hidratante após cada sessão. Essas providências, acrescenta, ajudam a evitar o desgaste dos rins.

Já para os pulmões, o perigo maior está no hábito de tomar uma ducha fria logo após a sauna, que pode levar a espasmos (contrações súbitas) dos brônquios, diz o pneumologista Hélio Romaldini, 56, da Unifesp.

Ele esclarece que, apesar de a experiência mostrar que a sauna úmida ajuda a fluidificar as secreções, há o risco de o usuário inalar os fungos presentes no ambiente úmido. Para resolver esse problema, ele recomenda fungicidas.

Aromaterapia
O pneumologista Hakaru Tadokoro, 52, da Unifesp, lembra ainda que as crianças devem evitar temperaturas acima de 40C.

As controvérsias em relação às funções da sauna não acabam por aí. Sâmia Maluf, 44, psicóloga clínica especialista em síndrome do pânico e em aromaterapia, afirma que as pessoas estão confundindo óleos essenciais e essências.

Ela explica que o óleo essencial é a substância primária da planta e é visto pela aromaterapia como via de tratamento. Já essência é fruto da sintetização em laboratório desses ativos.

Mesmo assim, diz, a sauna é uma forma rápida para os óleos essenciais atingirem o corpo pelos poros, pelos pulmões e pelo cérebro. As restrições são poucas e atingem pessoas com alterações de pressão arterial, grávidas e epilépticos. No mais, é só relaxar.

 

Matéria publicada no site: http://dgi.unifesp.br/sites/comunicacao/index.php?c=Noticia&m=ler&cod=4795e001

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s