Óleos Essenciais como conservantes para alimentos

Alguns aditivos na área alimentícia são mais perigosos do que outros, incluindo 
conservantes cancerígenos como o nitrato de sódio e nitritos, não haveria necessidade 
destes se fossem usados óleos essenciais, na conservação dos alimentos.
Na verdade, os óleos essenciais de plantas e estão em seu caminho para 
evolucionar a preservação de alimentos. Com óleos essenciais a conservação de alimentos
 pode ser mantidos simples e não-tóxico, e pode realmente beneficiar a saúde. 
Propriedades antibacterianas dos óleos podem manter os alimentos saudáveis,  
estimular o sistema de defesa antimicrobiana do corpo. As propriedades antioxidantes 
de alguns óleos essenciais podem dar  uma vida útil aos alimentos mais longa, 
proporcionando propriedades antioxidantes para os e saudáveis ao  o consumidor.
Vamos dar uma olhada em alguns diferentes óleos essenciais que poderiam 
desempenhar um grande papel no futuro de conservação dos alimentos.
Carvacrol (orégano e tomilho QT Carvacrol )
Carvacrol é o agente antimicrobiano de largo espectro extraído de orégano e um tipo de 
tomilho. Cerca de metade do tomilho ( QT Carvacrol ) (45 por cento) é composta de 
carvacrol, e até 74 ( por cento ) de orégano é composta por este ativo também. A ciência 
mostra que o carvacrol, atinge bactérias gram-negativas, e também uma arma eficaz 
contra as bactérias gram-positivas, onde estes óleo atuando e permeando as membranas 
celulares das bactérias, alterando a permeabilidade de H + e K +, dos cátions. Isto leva 
a morte celular das bactérias. O sucesso de carvacrol reside na presença de um grupo 
hidroxilo na estrutura dos seus compostos fenólicos.
Carvacrol é também um poderoso antioxidante. Ao impedir varredores de radicais livres, o 
carvacrol pode manter os alimentos sem se estragarem. Ele também termina peróxidos, 
impede captações de hidrogênio e destrói a formação de oxigênio de um modo que 
pode ser utilizado para evitar a oxidação de lípidos em sistemas alimentares inteiros.
Monoterpenos    Alecrim
As propriedades do alecrim, cientificamente comprovado, atuando nas bactérias 
gram-positivas (Staphylococcus aureus e Bacillus subtilis) e gram-negativas 
(Escherichia coli e Klebsiella pneumoniae). Contém monoterpenos que perturbam a 
integridade das membranas celulares das bactérias. Estas potências de plantas incluem
 alfa-pineno, beta-pineno, mirceno 1,8-cineol, borneol, cânfora e verbenone.
Eugenol – Cravo
O óleo essencial de cravo é uma rica fonte de compostos fenólicos. Estes compostos
 orgânicos contêm um átomo de carbono ligado diretamente a um grupo hidroxilo (-OH). 
Este anel aromático compartilha o átomo de hidrogênio com os radicais livres, impedindo a 
oxidação de outros compostos. Em estudos científicos, propriedades fenólicas do cravo 
mostraram alta atividade de eliminação do radical DPPH destrutivo.
Melhorar a matriz da embalagem dos alimentos para repelir a umidade adicionando 
estes óleos essenciais aos alimentos pode alterar o aroma desses alimentos, uma vez 
que muitos destes fitoquímicos são aromáticos. Adicioná-los nas embalagens de alimentos 
pode ser uma abordagem mais prática para os compostos mais aromáticos. Através da 
utilização da tecnologia de embalagem inteligente, os óleos essenciais podem ser 
estrategicamente trabalhado em embalagens para aumentar a atividade do óleo. 
Os óleos essenciais podem ser adicionados a embalagem de forma a melhorar as 
propriedades de barreira de vapor de água de películas à base de proteínas. Por exemplo, 
quando os óleos essenciais de gengibre, açafrão  são adicionados aos peixes e filmes 
baseados em gelatina, a permeabilidade à água é reduzida drasticamente, e protege o 
produto alimentício de deterioração. Ao adicionar o óleo essencial para a matriz da 
embalagem de alimentos, a umidade pode ser repelida, e assim prolonga a vida de 
prateleira do produto.
Os óleos essenciais são a resposta para a conservação de alimentos. Combinações 
simples destes fitoquímicos,  poderiam substituir centenas de aditivos alimentares e 
conservantes tóxicos. As suas propriedades antimicrobianas e antioxidantes 
destruem as membranas das células das bactérias. Ao combinar esses elementos 
essenciais na estrutura da embalagem dos alimentos, a umidade pode ser repelido, 
reduzindo deterioração dos alimentos em toda a linha.
Fontes  incluem:


2 comentários sobre “Óleos Essenciais como conservantes para alimentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s