Aromaterapia Médica e seus óleos 100% puros e naturais sem a adição de nenhum ativo

Aromaterapia médica é um ramo da medicina botânica, embora no Brasil, este termo não é estritamente regulamentado. Perfumes e óleos aromáticos não são os mesmos que os óleos essenciais utilizados na aromaterapia. 

Devido à potência de óleos essenciais, em alguns países europeus é preciso ser licenciado, ou seja há a necessidade de se ter a devida formação, pois apesar de muitas pessoas pelo mundo afora achem que os óleos essenciais são apenas cheirinhos, ou que estes são apenas utilizados para soluções mágicas, como banho energéticos, para atrair um novo amor entre outras formas mágicas que as pessoas procuram.

A aromaterapia, é uma ciência, reconhecida na maior parte dos países, tais como na França, e esta arte e ciência é utilizada por pessoas com as devidas licenças, ou melhor com a formação adequada para poder utilizar na área médica, seja ela complementar ou na medicina alopática. Aqui no Brasil, infelizmente ainda, ministro cursos, como cursos livres, promovendo um maior conhecimento tanto na área da saúde, bem como na área da estética, com resultados maravilhosos.


O “aroma” pode ser enganoso. É verdade que o prazer olfativo experimentado por inalar as fragrâncias destes óleos pode ter um efeito psicológico, mas este é apenas  um benefício auxiliar. Estes óleos também têm benefícios cientificamente comprovados quando usado contra infecções bacterianas, fúngicas e virais.


A ação dos óleos essenciais  sobre o cérebro e sua fisiologia são muito complexos. Estudos científicos indicam que a inalação desses óleos essenciais podem ter um impacto fisiológico, assim como um efeito emocional. Neurônios receptores no nariz reagem às substâncias químicas presentes em um aroma, pois o que se está inalando são moléculas, ( dentro da química orgânica ), que irão agir no sistema límbico. 

Estes receptores do olfato são diversificados,  e reagem a determinados produtos químicos, bem como a inalação dos óleos essenciais para tratamentos de estresse negativo, insônia, irritabilidade entre outras patologias, isto tudo devidamente comprovado pela ciência de modo observável, registrável e mensurado. Os sinais enviados ao cérebro através desses receptores, passam muito mais rápido do que se imagina, sendo relamente mais rápido do que os pensamentos, então os utilizo por exemplo, para patologias tais como síndrome do pânico, para exemplificar apenas uma de suas  ações. O tálamo  recebe informações sensoriais e envia para o córtex cerebral. Porque este estímulo não é pré-processado,  a resposta do corpo ao aroma é rápida e muito poderosa.


A região olfativa do cérebro recebe estes sinais e está intimamente relacionado com a região límbica, que controla as emoções, memória e intuição. Por sua vez, a área límbica corresponda com a parte do cérebro que regulam os sistemas cardiovascular, respiratório e endócrino. Como resultado da maneira pela qual o cérebro está ligado a receber esses sinais,  a aromaterapia médica pode acalmar ou animar você, aumentar a sua frequência cardíaca ou reduzí-la, dependendo do qual óleo essencial é inalado.
Aromaterapia por Toque.


A  da aromaterapia como a medicina, abrange também o uso dos óleos essencias, diluídos em óleos vegetais (ácidos graxos essenciais) também conhecidos por óleos vegetais ou óleos carreadores. A ressalva  aqui, é  saber o uso correto dos óleos tanto essenciais e os óleos  vegetais ou carreadores.


Moléculas dos óleos essenciais são pequenas e passam facilmente através da pele para serem absorvidos pela corrente sanguínea. Quando aplicado na pele, os óleos essenciais , usados de modo adequado, são eficazes contra infecções dermatológicas e  enfermidades articulares e musculares, bem como várias outras. Quando tomado por via oral ou em forma de supositório eles normalmente são muito eficazes, porém aqui no Brasil, esta prática é totalmente abolida, pois não há pessoas com formação suficiente para ministrar desta forma, (somente os médicos podem fazê-los), pois se constituiria de crime hediondo.

Além de não se saber ao certo quais marcas que comercializam óleos essenciais para a aromaterapia, sendo estes óleos próprios para o uso tanto externo, por meio das massagens, bem como de modo oral, mas que devem ser da primeira destilação, 100% puros e não como algumas empresa comercializam óleos essenciais que são usados somente para uso em cosméticos, por serem destilados por hexano, e não somente por arraste a vapor, e não sendo óleos essenciais que sei serem compostos, com ativos químicos tanto naturais, bem como sintéticos. Daí seu preço ser menor do que um óleo essencial 100% puro, sem a adição por exemplo em um óleo essencial de lavanda, que contém em sua constituição natural – terpenóides _ tais como o linalol e que para ser mais rentável, agregansse ao óleo 100%, mais linalool que aumentará a quantidade, e portanto podendo ser vendido mais barato no mercado, mas o que se deve saber ee que existe uma sinergia criada por DEUS e pela Natureza, e que sua composição perfeita, está comprovada pelos ativos os terpenos e terpenóides, ao adicionarem mais um ativo, estamos mexendo na composiçnao química natural, esta maravilhosa dádiva de DEUS e da Natureza em benefício de pessoas inescrupulosas, que querem com a saúde ganherem mais.


Aromaterapia médica usa poderosos óleos essenciais que têm efeitos curativos e paliativos em todo o corpo. Quando os óleos adequados são usados ​​na forma prescrita seu efeito é rápido e poderoso. Estes compostos de plantas estão entre os medicamentos mais potentes do arsenal da medicina natural.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s