Sorriso que vale por um creminho

Aquela sua amiga ri à toa porque é bonita ou é bonita porque ri à toa? Por mais que seja difícil de acreditar, a segunda opção tem mais chance de ser verdadeira, e é comprovada pela ciência! Em um estudo do Face Research Laboratory, da Universidade de Aberdeen, na Escócia, pesquisadores pediram a um grupo que analisasse algumas fotografias e desse notas sobre a beleza dos retratados. Eles descobriram que tanto os homens quanto as mulheres se sentiam mais atraídos por pessoas que estavam sorrindo. O motivo é explicado pela própria medicina: de acordo com um estudo publicado na revista internacional Neuropsychology, sorrisos genuínos ativam o córtex orbitofrontal, a região do cérebro em que são processadas as recompensas sensoriais. Ou seja, ver alguém sorrindo faz você se sentir recompensada e, aos seus olhos, essa pessoa passa a ser especial.

Poucos produtos promovem um resultado tão imediato no rosto quanto um simples e sincero sorriso. Estudiosos chegam a dizer que ele pode provocar uma mudança na sua beleza muito mais efetiva do que uma reformulação no seu guarda-roupa ou um corte de cabelo caríssimo. Sabe por quê? Porque, quando você sorri, os músculos da sua face se contraem. Esse movimento é uma sinalização direta para seu cérebro de que algo positivo aconteceu. E, quando ele recebe essa mensagem, automaticamente manda uma ordem para que as células inundem seu organismo com neurotransmissores do bem-estar, como dopamina, endorfina e serotonina. “Além disso, há a liberação de hormônios que ajudam a vascularização e melhoram o sono, o que ajuda a manter a pela viçosa e os olhos lubrificados e brilhante”, diz o médico carioca Francisco Tostes, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem). Aí, quando você se sente bem, sorri. E o processo se repete, formando um ciclo virtuoso, contagiante e belíssimo.

De dentro para fora

Ok. Tudo isso parece muito sensorial e pouco prático para você? E se a gente contar que os benefícios do bom humor e da felicidade deixam marcas também na sua pele, no seu cabelo, nas suas unhas? Com as descobertas da neurociência, é possível medir a comunicação celular que existe entre a mente e a pele. “Mediadores químicos são gerados com pensamentos e alteram de forma positiva ou negativa todo o corpo e seu sistema protetor, formado por pele, cabelo e unhas”, explica a pesquisadora científica especializada em cosmetologia Sonia Corazza, de São Paulo. ´´Uma pessoa positiva tem o metabolismo e a saúde trabalhando de forma equilibrada, a seu favor. E, como o nosso exterior reflete o interior, a aparência se beneficia´´, afirma a psicóloga Suzy Camacho, de São Paulo. Não há mistério: assim como a saúde física, a emocional também influencia diretamente a beleza. ´´Por isso é tão importante que os sentimentos estejam em equilíbrio. Caso contrário, boa parte do investimento feito em cosméticos e clínicas de estética não trará o efeito esperado´´, complementa Sonia.

E o contrário também é verdadeiro: sentimentos como apatia, depressão, desânimo e baixa autoestima favorecem a produção de um hormônio inflamatório, chamado prostaglandina 2. ´´Ele inflama o tecido cutâneo, deixando-o mais irritável, sensível, avermelhado e desprotegido contra agentes externos. E também rouba o brilho, tanto da pele quanto do cabelo, já que diminui a lubrificação dos mesmo´´, diz o dermatologista Newton Morais, de São Paulo. Já em casos de ansiedade, são liberados adrenalina e cortisol, que dificultam a irrigação sanguínea e prejudicam a oxigenação da pele, estimulando as glândulas sebáceas a produzir mais óleo e as sudoríparas mais suor. Até o couro cabeludo sofre com esse processo, ficando excessivamente oleoso, o que aumenta a proliferação de fungos e bactérias, levando ao entupimento dos folículos capilares. O problema pode causar descamação, seborreia e até queda do cabelo. ´´Outro ponto importante é que as pessoas ansiosas vivem em estado constante de agitação, o que desorganiza a atividade na camada basal, responsável pela produção de novas células na pele e no couro cabeludo, podendo desencadear processos como a psoríase, que é a produção excessiva de células”, conta a pesquisadora Sonia Corazza. O pânico e o medo, por sua vez, freiam a produção de melanina, a proteína responsável pela coloração da pele, que tem a função de protegê-la da radiação solar.

Veja também este artigo sobre Humor

De fora para dentro

Você deve estar pensando: ´´É, mas como vou me sentir mais bonita se o stress e a ansiedade tomaram conta da minha rotina?” Antes de mais nada, respire fundo. Agora pode continuar a ler a reportagem. A aromaterapia pode ser um primeiro passo para ajudar a acalmar a mente e reencontrar o equilíbrio, já que tem um efeito praticamente imediato. Isso porque o olfato é o único sentido que tem ligação direta com o cérebro – e sem censura alguma! “E, assim como não se pode parar de respirar, quando estimulamos corretamente a recepção olfativa cerebral, conseguimos verdadeiras mudanças comportamentais”, diz Sonia, que é adepta da técnica e autora do livro Aromacologia – Uma Ciência de Muitos Cheiros (editora Senac).

No dia a dia, vale usar uma ou duas gotinhas dos óleos essenciais, como o de lavanda, no travesseiro para facilitar um bom sono ou diluir o de melissa na água e enxaguar o corpo após o banho. “A lavanda tem ação sobre o sistema nervoso central, baixando a ansiedade e, consequentemente, a produção de adrenalina e cortisol, que são prejudiciais à saúde quando produzidos na hora errada ou em excesso. Mas há também outros óleos relaxantes muito bons, como os de laranja e tangerina”, orienta a aromacóloga e psicóloga Samia Maluf, de São Paulo. Outra maneira de equilibrar a mente e o corpo é a utomassagem. Com uma manteiga hidratante ou óleo específico, faça movimentos leves e lentos nos pés, nas mãos e nas pernas por alguns minutos. Vale colocar uma música relaxante de fundo. Aulas de ioga e de meditação, consideradas armas eficientes contra a ansiedade porque estimulam a modificação da respiração e a concentração, também são bem-vindas. Agora, mais do que tudo, procure encontrar prazer e alegria nas pequenas coisas. Como você leu aqui, um simples sorriso é capaz de mudar não apenas a imagem que as pessoas têm de você, mas, principalmente, a sua autoimagem. E lembra-se da pergunta? Você ri à toa porque é bonita ou é bonita porque ri à toa?

Conheça os produtos By Samia relaxantes no link: http://www.bysamia.com.br/relaxante

Matéria publicada no site: http://m.mdemulher.abril.com.br/beleza/boa-forma/sorriso-que-vale-por-um-creminho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s