Ingerir os óleos essenciais ?

A ingestão de óleos essenciais

Embora as empresas  falem sobre o uso interno dos óleos essenciais, é prudente considerar cuidadosamente todos os fatores envolvidos antes de usar óleos essenciais internamente. Há alguns casos em que a ingestão de óleos essenciais é preferível a outros métodos. Buscando orientação de um aromaterapeuta certificada é recomendado.

É importante ter em mente que o uso interno tem riscos.  Quaisquer preocupações de segurança associadas com o óleo essencial,  tornasse  uma preocupação potencial,  quando ingeridos. Como “até 95% atinge a corrente sanguínea quando utilizados internamente” do que o “potencial de 10%, quando usado topicamente.”

Contato físico de óleos essenciais nas  mucosas podem causar irritação imediata, ou mesmo queimaduras. As consequências a longo prazo, é que pode conduzir a danos permanentes, incluindo formação de cicatrizes e úlceras, bem como dano o fígado e ou rim.

Se você fizer ingerir óleos essenciais, mesmo que por um curto período de tempo, por favor, adicione a gota de óleo essencial em  um outro óleo vegetal (óleo de coco, azeite de oliva, ou até mesmo manteiga), então a concentração é diluída uma vez que ele entra em contato com suas mucosas. Adicionando óleos essenciais à água, por exemplo, não é recomendado, como água e óleo não se misturam, e o óleo essencial entrará em contato com as mucosas em um estado concentrado. Um passo seria colocar a mistura de óleo essencial /  em uma cápsula e engolir, ignorando todo o contato com as mucosas, e diminuindo as chances de irritação gástrica.

Tenha sempre em mente que, apesar de ingestão poder ser mais eficaz em certos casos, a inalação e uso tópico são as duas maneiras mais seguras de usar óleos essenciais.
Por este motivo me pergunto:
Em que momentos devemos ingerir um óleo essencial.
Pois se o óleo essencial, tem todo o seu potencial, em tratamentos que chamo de holístico, bem como vários colegas meus.o fazem,  em que momento eu faria a indicação de um óleo essencial para ingerir?
Neste último sábado, como nestes últimos finais de semana, tenho estado em várias cidades pelo Brasil, ministrando palestras sobre o uso terapêutico dos óleos essenciais, em Senacs, na semana de Saúde e Bem Estar. E tenho tido algumas perguntas como:
Posso tomar o óleo de Lavanda para relaxar?
Se o olfato é um orgão dos sentidos que tem um caminho aberto para o cérebro, como assim?
No Brasil, temos a mania de  nos auto-medicarmos. Tudo eu posso tomar. Uma dor de cabeça, dá-lhe uma medicação, dores, outra.
Qual a diferença, então de um óleo essencial e de uma aspirina?
Qual a diferença entre uma anfetamina, para emagrecer? E o óleo essencial de Limão?
Estas perguntas me deixam um pouco brava.
Pois não estamos procurando, exatamente, mudarmos nosso Life Style?
Nosso modo de ver a vida e de nos cuidarmos?
Então, como assim?
Poderemos sim, usar via oral, em casos por exemplo de infecções urinárias, onde a bactéria, não cedeu em uso de banhos de assento, onde no caso da geriatria, o idoso não mais tendo forças para esvaziar a bexiga em sua totalidade,  vai havendo a possibilidade de restar uma urina contaminada. E mesmo assim devemos ainda verificar, se a ingestão, será um melhor tratamento, do que insistir em banhos de assento.
São estas e outras coisas que tenho ouvido no decorrer desta minha jornada em ensinar esta linda arte e ciência, e que vejo, as vezes, reduzida a um simples medicamento, e que aqui no Brasil, somos uma população que tem como cultura a solução mágica, onde a ingestão de uma “bala mágica “resolverá todos os meus problemas, por exemplo de gordura, e não uma mudança de hábitos.
Então, gente, eu continuo, super fã e adepta, como a Dra Marguerite Maury, no uso em inalações, banhos e massagens, segundo a escola inglesa.
Para quem quiser saber mais:
Cursos no Instituto Sâmia Maluf de Estudos Aplicados em Aromaterapia.
Beijokas para todos e até a próxima postagens.
http://www.bysamia.com.br
cursos@bysamia.com.br


3 comentários sobre “Ingerir os óleos essenciais ?

  1. Olá. E para dor de garganta? Li que posso fazer gargarejo algumas vezes ao dia com óleo de melaleuca. Mas não descreve quantidade de água. Coloquei em meio copo de água e 2gotas para usar durante o dia. Esta correto? Considerando também que o óleo não se mistura com a água? Aguardo.ObrigadaJuliana Borges

    Curtir

  2. Olá Juliana, use até 03 gotas por dia.Pode ser usado em gargarejos.Use 50 ml de água e coloque 01 gota em cada gargarejo.E passe também o óleo de gengibre que auxilia muito também nas dores de garganta.Passe no pescoço na altura das amígdalas.Qualquer coisa, estou às suas ordens

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s